Marcadores

Denunciar abuso

Pular para o conteúdo principal

[Livro] "Mulherzinhas" Mulheres Adoráveis (Louisa May Alcott)

Mulherzinhas – Adoráveis Mulheres

Este Livro de Louisa May Alcott, Mulherzinhas (Mulheres Adoraveis) é uma emocionante trama que reúne drama familiar, romance histórico e inspirações autobiográficas. No auge da Guerra Civil Americana, o senhor March se junta às frentes de batalha. Em casa, suas filhas têm de conviver com as dificuldades econômicas e a busca pela realização de seus sonhos. Meg almeja um bom casamento. 

Beth quer apenas ajudar os pais nos cuidados do lar. Amy, a mais jovem, sonha com riqueza e status, enquanto a impulsiva Jo deseja ser escritora ― em uma versão semibiográfica da própria Alcott. Esta é a história de amadurecimento dessas quatro jovens. Mulherzinhas aborda questões feministas de forma leve e aberta e ao mesmo tempo exalta valores como a virtude, a igualdade de gênero e a realização individual. 

A obra foi novamente adaptada para o cinema em 2019 em uma superprodução com participação de Meryl Streep, Emma Watson e Laura Dern. Mulherzinhas foi publicado nos Estados Unidos pela primeira vez em dois volumes. A primeira parte, em 1868. Em virtude do grande sucesso da obra, Louisa May Alcott apressou-se em produzir uma sequência que seria publicada no ano seguinte. Essa segunda parte, em alguns países, ganhou o título de Good Wives (Adoráveis esposas). 

São esses dois textos que se encontram compilados nesta edição integral.

Sobre o Autor:

Louisa May Alcott (1832-1888) nasceu na Filadélfia, nos Estados Unidos, em uma família dedicada à educação e à filosofia. Teve a oportunidade de conviver com personalidades como o filósofo Henry David Thoureau e o poeta Ralph Waldo Emerson, seguindo a carreira de escritora, apesar de suas aspirações de tornar-se atriz na juventude. Em seu trabalho, adotou principalmente a literatura infanto juvenil. Sua família chegou a abrigar escravos em fuga, e Louisa foi a primeira mulher a registrar-se como eleitora em sua região. Foi abolicionista e feminista, além de ter atuado como enfermeira durante a Guerra Civil Americana, ocasião em que quase morreu ao contrair febre tifoide. Seus relatos de guerra lhe renderam seu primeiro sucesso literário com a obra Hospital Sketches, mas o grande reconhecimento viria com Little Women (Mulherzinhas), cinco anos mais tarde. Faleceu em decorrência de um acidente vascular cerebral, aos 55 anos, dois dias após a morte de seu pai. Giu Alonso atua há mais de dez anos no mercado editorial, tendo passado por editoras como Record, Rocco e Intrínseca, sempre focada no público infanto juvenil. Atualmente se dedica exclusivamente à tradução literária. Daniel Moreira Miranda, experiente tradutor, é formado em Letras pela Universidade de São Paulo (USP), com habilitações em Grego antigo e em Sânscrito. Também graduou-se em Direito pela Universidade Presbiteriana Mackenzie.


Aonde eu encontro o Livro, Mulherzinhas – Adoráveis Mulheres?


Nossa Achei

Amazon



Comentários